reblog / 13 Dezembro 2011 / 1:37pm + 2 notas

E um dia desses vamos nos encontrar por aí, depois de dias, depois de anos. Você vai estar rindo com seus amigos e eu irei passar como se nem tivesse notado sua presença, mas claro que notei, e irá me chamar surpreso com tamanha mudança tanto física como, aparentemente, racional. Vai falar “oi” com um mesmo sorriso amarelo e sem jeito, eu vou responder com a mesma expressão surpresa por perceber que você continua o mesmo e então vamos nos abraçar, começar um diálogo clichê do tipo “como vai a vida?” “namorando muito?” “e as festas?”. Quando tudo acabar vamos nos despedir e você vai ficar me olhando partir se perguntando como uma pessoa pode mudar tanto em pouco tempo, como a menina que ele fez sofrer virou mulher e o olha como se ele nao tivesse feito nada para ela. Vai relembrar dos momentos que vivemos e se perguntar se eu ainda lembro deles também, vai bater um leve arrependimento por nao ter esperado, me aturado, um pouco mais e esperado me tornar essa mulher que sou hoje. Mas tudo isso passa, passa em segundos, basta ver a menina taxada como “gostosona” passar na sua frente e roubar toda sua atenção. E la na frente me viro pra dar uma olhadinha e percebo que ele está olhando pra ela.Bem diferente do que aconteceria antes eu não liguei, voltei a olhar pra frente assim que ouvir meu celular tocar. Era ele. O homem que eu tanto esperava, o homem por qual tive que sofrer muito para poder ter.

Doce Paranoia

  1. mentirefacildemais reblogou esta postagem de doceparanoia
  2. doceparanoia publicou esta postagem